Boa Esperança em estado de emergência por causa da Dengue

 

 A Prefeitura de Boa Esperança decretou na manhã de quinta-feira, 16, situação de excepcional emergência, em função do avanço da Dengue em vários locais da cidade.  O Decreto nº 6367/2020 foi assinado pelo prefeito Lauro Vieira e a secretária municipal de Saúde Ana Rosa Marin. O decreto tem prazo de 120 dias e pode ser prorrogado, caso a secretaria de Saúde entenda que ainda precisa de medidas emergenciais para conter a epidemia. Para justificar esta situação, o município cita no decreto que o município de Boa Esperança é considerado pela Secretaria de Estado da Saúde como de alto risco para uma epidemia de Dengue.

Segunda a Vigilância em Saúde, no mês de dezembro até o dia 15 de janeiro foram 102 casos.  Sendo 41 registrados no Centro da cidade; 23 no bairro Nova Cidade; 20 em Vila Tavares e 18 na Comunidade Quilômetro Vinte.

Com o objetivo de avaliar a situação epidemiológica de Boa Esperança e discutir as ações de combate à dengue, além de traçar novas estratégias para enfrentar a crescente incidência da doença, que já afeta vários locais na sede do município, a secretaria municipal de Saúde promoveu uma reunião no gabinete do prefeito na quarta-feira, (15). O encontro contou com a presença do prefeito Lauro Vieira, secretária de Saúde Ana Rosa Marin, bem como, titulares das secretarias de Assistência Social, Meio Ambiente, Desenvolvimento Urbano e Desenvolvimento Rural, além de outros técnicos da municipalidade.

O combate ao mosquito Aedes aegypti, que é o transmissor da Dengue, Zika Vírus e Chikungunya é uma obrigação do município, mas necessita da participação da população, que por sua vez, deve adotar medidas simples e diárias em suas respectivas residências.

Limpeza de terrenos baldios

Pelo decreto, como medida emergencial, a secretaria de Desenvolvimento Urbano deverá fazer a limpeza imediata de todos os terrenos baldios e imóveis abandonados do município. Os proprietários dos imóveis serão devidamente advertidos de que a continuidade da infração implicará na aplicação da Lei nº 0.853, de 16 de dezembro de 1993, art.16 e art.17, §1 e §2, e portanto, deverão fazer a limpeza periódica dos respectivos terrenos.

Outra prerrogativa prevista no decreto, é que a equipe de Vigilância em Saúde, com o auxílio dos demais órgãos municipais envolvidos nas ações de combate e prevenção à dengue, a exemplo dos agentes comunitários de saúde, poderão entrar nas casas fechadas ou abandonadas, especialmente aquelas cujos titulares ao serem convocados para abrir seus imóveis e permitir acesso a todas as dependências, não atenderem tal solicitação.

Ações realizadas pela Secretaria de Saúde

De acordo com a secretária da pasta, Ana Rosa Marin, desde o mês de dezembro do ano passado a equipe responsável pelo referido trabalho vem fazendo campanhas e mutirão nos locais mais afetados, além da veiculação de mídias informativas e de conscientização nos meios de comunicação, bem como, divulgação de comunicados nas igrejas do município.  O trabalho é feito com o apoio dos Agentes Comunitários de Saúde, que visitam diariamente as residências das famílias.

Na sexta-feira (17), a Prefeitura de Boa Esperança disponibilizou um telefone exclusivo para reforçar o combate ao mosquito transmissor Aedes Aegypti, o Disque Dengue 99700-2269.

Mutirões

Nos dias 20 e 21, segunda e terça-feira, as equipes das secretarias de Saúde e de Desenvolvimento Urbano realizarão mutirões de combate a Dengue em todos os bairros e distritos. 

Gecom PMBE

Data de Publicação: sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

ACOMPANHE A PREFEITURA
Endereço
Avenida Senador Eurico Rezende, 780 | Centro | Boa Esperança | 29845000 | ES | Brasil

Telefone
(27) 3768-6547

E-mail
gabinete@boaesperanca.es.gov.br

Horário de funcionamento

Em virtude de decreto de estado de emergência em saúde sobre medidas de prevenção para evitar a disseminação do coronavírus, a Prefeitura e suas Secretarias passam a funcionar em novo horário

Segunda a sexta-feira: Das 07h00 às 13h00 (Sem Atendimento ao Público)



Localização